<claramenteasperger.blogs.sapo.pt/ rel="icon" href="upimagens.com/di/G7ET/favicon-16.png">" type="image/x-icon" />

Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Claramente ASPERGER!

CLARAMENTE... PRECISO DE AJUDA! #6

IMG_9159.PNG

 

Estou a sufocar!

Preciso mesmo de ajuda. 
 
São coisas a mais para gerir e sinto que não estou a ser capaz de o fazer sozinha. 
Estou sempre ansiosa... sempre! 
A cabeça não para.
Penso, penso... O Asperger não me sai da cabeça e o Claramente arrasou completamente comigo.
Será que sempre foi assim tão óbvio?
 
Estou cansada!
 
Preciso que me expliquem tudo o que se passa nesta cabeça complicada.
Mas... será que sou capaz?  
    
Como é que vou partilhar coisas que nunca partilhei?... 
Como é que vou falar de assuntos que nem consigo pensar?
Fico enjoada só de pensar nessas coisas. Detesto-as!
São coisas só minhas. Coisas que me provocam repulsa e que vou ter de me obrigar a pensar e pior... vou ter falar de sobre isso com alguém!
É de loucos!!!!
 
Vou chorar. Vou corar. Vou irritar-me!...
Vou ter imensa vergonha!... Vai ser horrível!!!
Será que quero mesmo ir em frente? Será que vale a pena?????
 
Estava tudo tão bem como estava e agora é só stress, ansiedade, desgaste... 
Estava tudo tão arrumado!
 
Mas agora, mesmo que queira, não posso voltar a trás. 
Já mudou imensa coisa. Eu mudei!
Neste momento preciso de respostas. 
Preciso de saber, preciso de perceber!... Preciso de saber, preciso de perceber!...
Haaaaaahhhhhh!
 
Desde muito miúda que tenho o desejo de fazer terapia.
Não sei! Queria perceber-me, sentia-me perdida. 
Talvez precisasse simplesmente de falar. De ser eu, sem medo e sem vergonha.
 
Mas pensava nessa possibilidade como uma fraqueza.
Era eu a tentar arranjar desculpas e justificações para algo que não tinha desculpa nem justificação! 
Eu era assim! Eu tinha limitações básicas que precisava de aceitar.
Além disso, não iria nunca responder às perguntas: Queres ir ao psicólogo fazer o quê? O que lhe queres dizer? - para não me expor.
 
Nunca disse esta minha vontade a ninguém. Era uma tontice que não iria partilhar, obviamente!
 
Uma vez quando era muito miúda, perguntaram-me:
- O que queres fazer quando fores grande?
- Trabalhar em televisão - respondi. 
- Televisão, mas a fazer o quê?
- Não sei! Só sei que quero ir para a televisão. 
- Mas queres o quê... varrer o chão?!
Calei-me, porque não sabia mesmo o que responder. Não fazia a mínima ideia o que queria fazer, mas tinha esse sonho. 
Com o psicólogo aconteceu a mesma coisa. Sabia que queria ir, mas não iria conseguir explicar o porquê. 
 
Agora havia tema concreto. 
Não tinha vergonha nem medo de assumir que precisava de terapia. Aliás... Estavam Claramente na cara as razões!!
 
Já sei quem quero que me acompanhe nesta viagem, loucura ou descoberta.
Venci os meus medos... as minhas vergonhas. Fui.
 
ADOREI!!
 
Disse tudo aquilo que queria dizer. Não escondi nada!
Nunca na minha vida tinha sido tão sincera com alguém e não foi difícil, foi mesmo muito bom.
Contei tudo o que me ia aparecendo na cabeça... Assuntos nada a ver com nada, mas que andavam por aqui há tempo demais.

Claro que enquanto falava, a cabeça não parava de analisar tudo à volta:
Pormenores e mais pormenores. A expressão da terapeuta. Como reage àquilo que digo!
 
Quando saí do consultório, entrei no carro e adormeci.
Fiquei estoirada!
 
Senti-me finalmente, tranquila e em paz!
 

IMG_9161.PNG

 

A partir de agora vou arrumar as ideias no sitio certo.
Quero deixar de ter vergonha de ser quem sou. Deixar de ter medo que me vejam como sou.
Quero gostar de mim!
 
Sei que não vai ser de um dia para o outro e que esta caminhada ainda irá ter muitos altos e baixos.
 
Mas sinto que estou no caminho certo!

5 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

FACEBOOK DO BLOG

UM POUCO SOBRE MIM

Posts destacados

O MEU MAIL

ritaspcnolasco@gmail.com

ENDEREÇO DE E-MAIL

DEIXAR CONTACTO

Não esquecer de deixar o seu contacto ao enviar uma mensagem. Obrigada!

Mensagens

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D